domingo, 13 de maio de 2012

13 de Maio
Abolição dos Escravos
Imagens: Disponivel em: <www.gooogle.com>
                                     
Imagens: Disponível em: www.google.com>
Liberdade...
por Sueli Thomazine
O que é liberdade?
Meu conceito de liberdade resume-se em poder exercer, plenamente, a cidadania, isto é exercer os direitos e deveres de um cidadão. Liberdade só existe quando conseguimos nos livrar das restrições que a sociedade nos impõe...
A Lei da Abolição da Escravatura, assinada em 13 de maio 1888, “libertou” os negros dos trabalhos forçados e sem remuneração, porém a sociedade não concedeu espaço para o negro que, com raras exceções, pudesse desempenhar seu papel de cidadão.
A partir de então os negros tratados, na maioria das vezes, como animais deixaram o “status” de escravos de seus “Senhores” para o “status” de escravos de um sistema, segregando-os às margens da sociedade.
Sem perspectivas e acesso às condições básicas para uma vida digna, como: educação, saúde, habitação, alimentação e trabalho entre outros, os agora “ex” escravos foram se amontoando em barracos pendurados nas encostas dos morros e periferias, surgindo uma sociedade paralela denominada "comunidades".
Essas "comunidades" estabeleceram leis próprias onde, na maioria das vezes, predomina a “Lei do mais forte e do silêncio”...
Atualmente, tentamos ser politicamente corretos nas questões raciais entre outras, porém não nos damos conta de que a sociedade contemporânea despreza o SER e valoriza o TER, tornando-se assim, refém e escrava do sistema capitalista.
Hoje somos frutos dessa sociedade cujas sementes estão contaminadas pelo egoísmo e preconceito. Essa praga se alastra pelo jardim da vida e só nós poderemos melhorar o “DNA” das sementes que vamos plantar.
Não se acostume ao desamor e nem deixe que a miséria se torne paisagem. Amor ao próximo, tolerância com as diferenças, respeito à natureza e compaixão por todas as formas de vida é o caminho para uma sociedade mais justa e menos excludente!

Parabéns a todos aqueles que lutam, cada qual a sua maneira, por um mundo melhor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário