sexta-feira, 15 de junho de 2012

Na natureza não há recompensas, nem castigos: há CONSEQUÊNCIAS...
(Provérbio chinês)
Imagem: Disponível em: < https://www.facebook.com/HierophantMagazine  >

Um comentário:

  1. Oi, Sueli

    Outro dia conversávamos sobre como a própria natureza dá o seu "jeito" de manter o equilíbrio. Agora vemos a discussão sobre a pesca, sobre o tamanho da rede, que na verdade quer dizer: devemos ou não pescar mais em quantidade e qualidade?

    Do ponto de vista do mercado: esgotar o recurso. Do ponto de vista da natureza: esgotado agora não vai ter no futuro.
    Soluções?
    Nem pescar demais e nem de menos. Mas não é tão simples assim. Acho que os pescadores deveriam definir suas prioridades, assim como os gestores do meio ambiente e a pesquisa.
    Mas, definitivamente deveria haver um consenso sobre eliminar a pesca predatória, aperfeiçoando a técnica e ainda investindo na aquicultura.
    São apenas opiniões para contribuir para a discussão. Um abraço. Marcelo.

    ResponderExcluir