quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Estaleiro EBRE em São José do Norte
Imagem: Disponível em: <http://www.jornalagora.com.br/site/content/home/index.php>
A Superintendência do Porto de Rio Grande (Suprg) e a empresa Estaleiros do Brasil Ltda (EBR) assinaram contrato, dia 18 de Dezembro, para uso temporário por parte da EBR de uma área localizada dentro da poligonal do porto organizado, no trecho 2 da zona portuária de São José do Norte. A área de 134.436 metros quadrados consiste no espaço de cais. A empresa já tinha a retro área, porém faltava regularizar a área de cais, que é de responsabilidade da Suprg, o que foi feito pelo contrato.
Conforme esclarecido no acordo, são terrenos da Marinha, ou seja, áreas de propriedade da União Federal, administradas pela Suprg por meio de convênio com o Ministério dos Transportes. O contrato vigorará pelo prazo de cinco anos. Após esse prazo, as partes poderão, se desejarem, firmar novo ajuste ou renová-lo. O documento foi assinado pelo superintendente do Porto de Rio Grande, Dirceu Lopes, e pelo presidente da EBR, Alberto Padilla.
No decorrer do contrato, a EBR deverá apresentar à Superintendência estudo de viabilidade técnica e econômica visando o arrendamento da área por 25 anos, renovável por igual período. 
A expectativa da empresa é começar as obras de implantação do Estaleiro EBR em São José do Norte em fevereiro de 2013. Padilha relatou que, para implantar todo o estaleiro, serão necessários 24 meses, mas que não será preciso esperar todo esse tempo para iniciar a operação. Ele acredita que parte do empreendimento deverá estar pronto em outubro de 2013 e se a EBR tiver conquistado contrato com a Petrobrás, já poderá começar a operar. Segundo ele, a EBR está concorrendo para a construção de módulos e realização da integração das plataformas P-74 e P-76.

2 comentários:

  1. Sim. vcs falam tanto na area do estaleiro ebr,Mas não falam das 50 familias que moram no local.com o despreso descaso e ignorando as pessoas que moram na area....

    ResponderExcluir
  2. Prezado Sr (a) anônimo,
    Em primeiro lugar gostaria de registrar que nossas críticas e opiniões têm mais chances de serem ouvidas quando nos identificamos e para que nossa voz seja transformada em grito temos que nos posicionar sem ficar em cima do muro ou escondido atrás dele.
    E ainda, este blog é uma ferramenta para o INCENTIVO À LEITURA, proporcionando ao leitor alguma informação para formação de opinião, sem vínculos institucionais.
    Segundo, o texto acima que trata sobre o estaleiro, na verdade apenas repassa uma notícia, como pode-se perceber sobre quem assina o artigo.
    A notícia em momento algum mostra um posicionamento pessoal sobre este tema tão polêmico...
    Agora, ESCLAREÇO seu comentário, expressando minha opinião, a seguir:
    "Por se tratar de um tema polêmico, onde as opiniões se divergem, isto é, uma parte da população é contra e outra é a favor, considero que seria necessária uma CONSULTA junto à população para ficar estabelecido o que a população de São José do Norte/RS quer para a sua cidade ou seu município. Essa consulta poderia ser em forma de um referendo popular(uma forma de consulta popular sobre um assunto de grande relevância, na qual o povo manifesta-se ratificando ou rejeitando o que lhe é submetido).
    Espero ter esclarecido, agradecendo seu comentário.
    Cordialmente,
    Sueli Thomazine
    Bibliotecária CRB10/1318
    Especialista em Tecnologia da Informação e Comunicação aplicada à Educação.

    ResponderExcluir